sábado, 31 de março de 2018

Oração na Páscoa

Senhor,
ensina-me a tua humildade.
Quando penso que amo,
amo pouco.
Tu amou infinitamente mais.
Ensina-me o Teu amor.
Ensina-me a amar.
Para que minha vida se consagre
como um presente Seu.
Para que não seja em vão.
Para que eu seja Tua luz.
E possa ir em paz.

Ensina-me o meu caminho
e o valor dos dias.
Para que me venham como
o desabrochar da natureza.
Ensina-me o Teu coração
em meu coração
e a Tua verdade.

Que Teu nome esteja presente
em minha voz
em minhas palavras
em minhas escolhas.
 
Agradeço por hoje
e pela vida do Teu filho Jesus.
Pela luta e coragem.
Pela resistência.
E principalmente,
pela fé.

Que possas renascer em minha vida.
Nas nossas.
Hoje e eternamente.

Em nome do Pai,
do Filho,
do Espírito Santo,

Amém.

domingo, 25 de fevereiro de 2018

Expressar: ser quem sou e é mulher - Parte III

Vi(m) viv/ser

Mais uma flor para o jardim interior.
Flor de uma dor.
Flor, uma das mais florescidas, mais bonitas.
Uma flor de plena vida.
De perfume que não compõe o meu.
É o meu. 

Às mulheres,
o amor a si mesmas.
O autocuidado.
O levantar umas as outras
com tudo que foi vivido
e aprendido.
O se levantar e não permitir
que a flor em ti que iria murchar
murche em outras.
Tua experiência é aprendizagem.
É ensinamento.
Palavra para regar.
Cultivo.

Para os homens.
Não temam.
Que da tua insegurança,
possa renascer a coragem.
E não a fraqueza que ela sugere.
Sempre há escolha.
Até mesmo pelo pensamento.


A todos nós,
que possamos viver
 em paz.
Nosso caminho
foi para que o amor
prevalecesse.
E ele pertence a todos nós.
Nos habita, somos morada.
Isso nos acrescenta.
Mais vida.
Mais tempo de vida
a nós.

 


quarta-feira, 14 de fevereiro de 2018

Expressar: o ser quem sou e é mulher - Parte II

Despertar

Mas vai acabar. Sangrar é para ser natural, assim como o sentir. Por isso, sangramos. Todo mês. Religiosamente. Por quase toda a vida. E na força dele, vai ceder tudo o que não o pertence. E reagir. E reafirmar o contínuo, o compromisso com a naturalidade. O ser espontâneo, como o florescer. 
Nunca achei que sangraria assim. Mas foi assim para que eu ficasse mais forte. 
E vou seguir o ritmo do violino. Da guitarra. Do violão. Do cello. Inspirados no nosso corpo, mas o nosso como instrumento para desbravar o nosso próprio tom. Tons. Encontrarei. Re. encontrarei.